IDA ÀS COMPRAS #1: MR. MONK AND THE BLUE FLU, de Lee Goldberg

monk-blue-flu-200

No final do ano passado fui apresentado à série televisiva MONK e tornei-me um fã. Tenho de confessar que, à partida, a premissa não me atraiu muito. Porém, ao fim de alguns episódios, fiquei fascinado pela complexidade do personagem, pela magnífica interpretação de Tony Shalhoub e pela qualidade dos argumentos.

No início deste ano, em conversa com um amigo, este contou-me que conhecia o personagem Monk, só que em formato livro. Esse meu amigo sabia que existia uma série, mas nunca viu um episódio. No entanto, disse maravilhas dos livros.

As novelizações (palavra feia, eu sei) deixam-em sempre de pé atrás. Já tenho lido algumas boas, outras realmente péssimas – nada que não aconteça com um livro escrito de raiz. No caso das novelizações, a coisa às vezes roça o ridículo. Por exemplo, já tenho novelizações de filmes que, por sua vez, são adaptações de outros livros. Perdão?

Enfim, eu e o meu amigo decidimos fazer  uma permuta. Emprestei-lhe a primeira temporada da série MONK e ele emprestou-me os dois primeiros livros da série de livros assinada por Lee Goldberg. Lee Goldberg assinou alguns episódios da série televisiva (vi um deles há dias e adorei), escreveu várias obras sobre escrita para televisão e é um reconhecido novelizador de séries televisivas. Além de MONK, escreveu também novelizações para a série DIAGNOSIS MURDER, bem como conteúdos originais. (Acrescente-se que o irmão, Tod Goldberg, é o responsável pelas novelizações da série de acção BURN NOTICE. É quase um negócio de família.)

Depois de ler os dois primeiros volumes (MR. MONK GOES TO THE FIREHOUSE e MR. MONK GOES TO HAWAII), encomendei o terceiro livro, intitulado MR. MONK AND THE BLUE FLU. O termo ‘blu flu’, traduzido por ‘gripe azul’, é uma expressão usada pela polícia sempre que pretendem fazer greve. Como não têm direito à greve, declaram-se doentes a fim de não irem trabalhar. É o que acontece nesta história. Quase toda a polícia está ‘doente’ e o homem que o Mayor de São Francisco escolhe para comandar os poucos agentes que existem é… Adrian Monk.

Eis a sinopse para mais detalhes: «Monk is horrified when he learns there’s going to be a blue flu in San Francisco—until Capt. Stottlemeyer explains that it just means the police plan to call in “sick” until they get a better contract.The good news is the labor dispute will give Monk a chance to get back on the force.The bad news is it means he’ll be a “scab”—and he doesn’t like the sound of that either.

But before he knows it, Monk has his badge back, and his own squad to command. Unfortunately, some of the squad members make Monk look like a paragon of mental health. But despite the challenges, they’ll have to pull together to catch an astrologer’s killer, solve a series of mysterious fatal assaults, and most importantly, clean up their desks.»

Estou certo que irei gostar. Não tenho razão nenhuma para pensar o contrário.

Anúncios

One thought on “IDA ÀS COMPRAS #1: MR. MONK AND THE BLUE FLU, de Lee Goldberg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s