O Limite do Medo

SINOPSE
Um assassino em série anda à solta por Lisboa, mas ninguém sabe que ele existe. Não existe qualquer elo de ligação entre vítimas, locais ou método de morte. O assassino mata por puro prazer e acredita estar incógnito.

Até ao dia em que Rui, um jovem estagiário num jornal local, detecta um padrão em vários homicídios que o assassino deixou passar. Rui passa a informação a um jornalista da casa. Quando este aparece morto, Rui sabe que o próximo na lista será ele. O que ele ainda não sabe é que existem situações piores que a morte.
Editora Fractalis,
Outubro de 2000
NOTA DO AUTOR
O Limite do Medo foi um regresso à escuridão do meu primeiro romance, com excepção da componente fantástica que decidi não explorar nesta história. Depois de uma obra de terror e de uma humor de acção/humor, quis trabalhar em algo pesado, violento e negro, porém verossímil.

A escrita desta história exigiu muito de mim porque eu não estava, e continuo a não estar, habituado a reconhecer que existem coisas neste mundo capazes de me inquietar. No entanto, elas existem e foi com base nessas experiências pessoais que eu consegui “substância” para esta história.

Percebi desde o início que para alcançar, quiçá passar, O Limite do Medo, primeiro teria que passar os meus próprios limites. E consegui. Foi uma experiência extenuante, mas valeu a pena.

Pode ler um excerto de O Limite do Medo aqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s